A capa do novo álbum da Karen O, as músicas e algumas datas de shows

A competente Karen O, vocalista e performer à frente do Yeah Yeah Yeahs, vai lançar álbum solo no próximo dia 8 de setembro. O novo trabalho se chama Crush Songs e já teve seu primeiro single divulgado, a bela canção “Rapt” – que inclusive elogiamos por aqui.  Nesta semana a cantora lançou o site oficial do novo trabalho, no qual é possível conferir a capa (foto acima), a lista de canções e as datas dos shows.

O projeto, infelizmente, não deve ganhar uma turnê muito longa, conforme declarou a artista em recente entrevista concedida à Pitchfork. Segundo Karen O, os shows irão ocorrer em lugares mais intimistas, o que praticamente descarta a possibilidade da cantora integrar o line-up de grandes festivais – como o nosso Lollapalooza 2015. Os primeiros shows anunciados vão acontecer em Nova Iorque, Los Angeles, Londres e Berlim. E o Brasil, Karen?

Peppers sem tempero. E o Yeah Yeah Yeahs merecia mais tempo para tocar

Yeah Yeah Yeahs, em Belo Horizonte, na mesma turnê que passou ontem por São Paulo - Foto: Marcus Desimoni/UOL.
Yeah Yeah Yeahs, em Belo Horizonte, na mesma turnê que passou ontem por São Paulo – Foto: Marcus Desimoni/UOL.

Acho que o título deste post resume um pouco como a frustração com o show realizado ontem, no qual o Yeah Yeah Yeahs abriu para o Red Hot Chili Peppers. Não sei qual é a do RHCP hoje, mas está na cara que eles estão sem “tesão” para tocar. É fato. E que falta o John Frusciante faz ao grupo, tanto na hora de compor quanto no palco. Mesmo com um set list ao estilo greatest hits, com “Can’t Stop”, “Dani California”, “Give it Away” e “Around the World”, o show não empolgou – com exceção do Flea, que sempre toca como se fosse a última apresentação de sua vida.

Outra coisa (problema), atrações como o RHCP costumam atrair “paraquedistas” que vão a shows apenas para curtir os tais ‘hits’, ou seja, não conhecem direito a banda, mas sabem cantar “Californication”. Desabafei, sorry. Mas vamos ao Yeah Yeah Yeahs. O grupo nova-iorquino subiu ao palco pontualmente, às 20h, mas teve pouco tempo para tocar.

Onze músicas foi algo miserável demais para uma banda como o Yeah Yeah Yeahs, que veio ao país para divulgar o álbum Mosquito, lançado neste ano. Mesmo assim, ver a Karen O no palco é algo especial. A vocalista vai de Johnny Rotten a Bowie em um espaço curtíssimo de tempo, enquanto sua voz conduz faixas como “Sacrilege”, “Zero” e “Maps” – todas presentes no set list.

Me senti um pouco exótico em meio ao público enquanto cantava as canções do Yeah Yeah Yeahs, definitivamente pouquíssimas pessoas que estavam ao meu redor conheciam a banda (it sucks, hehe). O show foi bom, mas fica um sentimento amargo ver Karen O e Nick Zinner abrindo uma apresentação para outra banda – além do pouco tempo, o som também não estava no máximo e de alguns pontos da Arena Anhembi não era possível ouvir a banda.

O fato é que faltaram muitas canções: “Area 52”, “Date With The Night” e “Black Tongue”, entre muitas outras. Foi um lampejo de show, um pequeno gole de uma bebida que há tempos eu queria degustar. Acho que preciso de mais uma noite como Yeah Yeah Yeahs. Volta, Karen.

Amanhã o Cultura no Prato vai estar no Planeta Terra, esperamos voltar aqui com notícias melhores.

Resumo musical

Otto divulga clipe de “O Que Dirá o Mundo”

O competente Otto lançou na última semana o vídeo da faixa “O Que Dirá o Mundo”, canção que integra o ótimo The Moon 1111 – lançado em 2012 e bastante elogiado neste blog. Gravado na Zona da Mata, em Minas Gerais, o clipe traz imagens do músico no campo, num clima “curta-metragem” cheio de belas imagens que engrandecem a bela letra da canção. A direção é de Camila Botelho.

 

Pearl Jam volta ao videoclipe

Em tempos de crise na MTV e ascensão do Youtube, eis que o Pearl Jam volta a apostar em clipes. Acredite, depois do vídeo da canção “Jeremy”, lançado em 1993, a banda jamais voltou a gravar vídeos. Tudo bem, em 1998 o Pearl Jam divulgou “Do the Evolution”, mas esse não vale porque é uma animação. O grupo prepara o lançamento de seu décimo álbum de estúdio, Lightning Bolt, e na última semana decretou o fim do jejum de clipes com o vídeo da (canção) punk “Mind Your Manners”. Apesar de não apresentar nenhuma inovação tecnológica, o novo videoclipe do Pearl Jam já entrou para a história da banda.

 

NIN disponibiliza disco para audição

O Nine Inch Nails, liderado pelo músico Trent Reznor, disponibilizou nesta semana seu novo álbum, Hesitation Marks, para audição na web. Segundo publicações especializadas em música – e também após uma breve análise do Cultura no Prato –, o novo trabalho resgata os bons tempos vividos pela banda nos anos 90. Os fãs já podem comprar o álbum no iTunes, já as lojas receberão Hesitation Marks a partir de 3 de setembro. A seguir você ouve “Find My Way”, que vazou na web minutos antes do disco ser disponibilizado.

 

Outro teaser do Daft Punk. Sério!

O Daft Punk se profissionalizou no quesito “fazer barulho com teasers” nos últimos meses. Após o furacão “Get Lucky”, que ganhou inúmeras versões, nesta semana o duo francês divulgou um ‘trechinho’ do clipe de “Lose Yourself to Dance”, pedrada musical dançante das boas, que integra o incrível Random Access Memories. Enquanto a gente aguarda o lançamento oficial do vídeo na íntegra, o jeito é aproveitar o mísero minutinho que o teaser proporciona.

 

Karen O na trilha de “Her”. Ah, que lindo!

Enquanto aguardamos ansiosamente a chegada do filme Her ao Brasil – o lançamento nos Estados Unidos está previsto para 18 de setembro –, já podemos ir curtindo uma das faixas que irá compor a bela trilha sonora do longa dirigido por Spike Jonze. Hoje foi divulgada (e disponibilizada para download) a canção “The Moon Song”, interpretada por Karen (yeah!) O. Lentinha e acústica, a faixa dialoga perfeitamente com o clima apaixonante de Her – ficção-romance cujo protagonista é Joaquim Phoenix. A trilha foi organizada pelo pessoal do grupo Arcade Fire e traz também Yeah Yeah Yeahs (sim, a banda da Karen O) no repertório. Lindo.

Resumo musical

Vaccines divulga canção do ano (sério)

Se o ano acabasse hoje, certamente essa “Melody Calling”, divulgada pelo grupo Vaccines, seria a canção de 2013. A faixa será lançada oficialmente em agosto, como single, mas já dá pistas do conteúdo que pode integrar o terceiro álbum do grupo inglês. – que deve sair somente no primeiro semestre de 2014, talvez. Guitarra limpa, vocais perfeitos e melodia dançante, que remete aos anos oitenta de The Cure e Smiths, mas com uma pegada um pouco mais pop. Resumindo, “Melody Callling” é coisa linda. Clique aqui para ouvir a versão de estúdio – já o vídeo abaixo traz a faixa tocada ao vivo. 

 

Vazou mesmo, Franz?

O Franz Ferdinand bem que tentou, mas a inédita “Love Illumination” acabou vazando na web esta semana. A canção irá integrar o álbum Right Thoughts, Right Words, Right Action, cujo lançamento ocorre em 26 de agosto. Após retirar a faixa do YouTube, o grupo recuou e decidiu solta-lá em versão oficial, ao lado da também desconhecida “Right Action” (clique aqui e ouça). Preste atenção no belo riff de guitarra de “Love Illumination” e no som funkeado de “Right Action”. Vem disco bom aí.

 

MIA lança vídeo de “Bring the Noize”

Na última semana a cantora MIA divulgou o single “Bring the Noize”, canção pesada e boa de doer. Agora, chegou a vez da moça mostrar ao mundo o vídeo, lançado na última quarta-feira, que ilustra a ótima “Bring the Noize”. A música, aliás, deve integrar o próximo álbum da artista, Matangi, previsto para chegar às lojas no segundo semestre.

 

‘Badass’ Miles Kane grava canção com Professor Green

Insano. Esta é a palavra que resume o vídeo da canção “Are You Getting Enough?”, do Professor Green, que conta com a participação especial do chapa-roqueiro Miles Kane. A canção integra o terceiro álbum do rapper britânico Growing Up In Public, previsto para ser lançado em 14 de outubro. Após gravar um álbum inteiro em parceria com o vocalista do Arctic Monkeys, Alex Turner, o cantor Miles Kane mostra que também é competente no campo do hip hop. Pode aumentar o som!

 

Yeah! Karen O vê o dia clarear

A incrível Karen O acorda num inferninho para cantar a experimental (e boa) “Despair”, no vídeo divulgado nesta semana. A canção é o segundo single tirado do álbumo Mosquito, lançado neste ano pelo grupo Yeah Yeah Yeahs. Já na sequência do vídeo a banda aparece no alto de um prédio, no momento no qual o dia começa a clarear. Em entrevista recente à NME, a vocalista afirmou que este é “definitivamente um momento icônico” na trajetória da banda – se a Karen está feliz, a gente também está.

Resumo musical

Franz Ferdinand e o teaser em Glasgow

Nada como gravar um teaser em casa, na cidade natal, não é mesmo Franz Ferdinand? Pois é, o grupo britânico vai lançar o álbum Right Thoughts, Right Words, Right Action em agosto e nesta semana divulgou a faixa “Bullet” para promover o novo trabalho. Na verdade, trata-se de um trecho da canção, gravado em uma espécie de teaser com cenas de estúdio. A canção é boa, tem energia e o clima do vídeo traz ares de “família Franz”, ou algo do tipo (hehe).

 

Eu quero saber? Claro, o Arctic Monkeys está de volta!

O Arctic Monkeys começou a dar indícios de seu próximo disco, ainda sem nome e data de lançamento. Na última semana, durante o festival Hultsfred, na Suécia (terra dos aposentados Hellacopters e dos incendiários Hives), o grupo divulgou a canção “Mad Sounds” – balada deliciosa com pegada anos 60, clique aqui e ouça. Poucos dias depois, a banda mostrou a versão de estúdio da faixa “Do I Wanna Know?”, música de sonoridade mais pesada, que eles já haviam tocado ao vivo em apresentações ocorridas neste ano. No próximo dia 28 de junho, o Arctic Monkeys será uma das principais atrações do superfestival Glastonbury, ao lado dos deuses Rolling Stones.

 

Nick Zinner volta com sua primeira banda, por uma causa nobre

O incrível guitarrista Nick Zinner, do grupo Yeah Yeah Yeahs, voltou a gravar com sua antiga banda, o Challenge of the Future. Calma, ele não irá abandonar o Yeah Yeah Yeahs, nem embarcar em um projeto paralelo sério. O motivo da reunião dos correligionários de longa data é por uma causa nobre: levantar dinheiro para a filha de Sebastian Quezada, ex-membro do Challenge, morto em 2011. A banda gravou recentemente o single “You Can’t Call Off the Dog”, canção que já está disponível para compra. Sobre o som, bem, se você gosta de punk rock vai achar o máximo.

 

Foals divulga vídeo da canção “Bad Habit”

O grupo Foals segue colhendo bons frutos com o álbum Holy Fire, lançado neste ano. Nesta semana, a banda divulgou o vídeo da canção “Bad Habit”, cujas imagens mostram os integrantes do Foals num clima desértico e quente. Vai um pop-indie aí?

 

Jake Bugg lança nova versão de ‘Broken’, sob a produção do gênio Rick Rubin

Sabe o Jake Bugg, uma das renovações mais promissoras do cenário pop-folk-indie atual? O garoto de 19 anos tem sido destaque na cena britânica, principalmente após o lançamento de seu homônimo álbum de estreia. Nesta semana o rapaz divulgou uma versão diferente da balada “Broken”, gravada durante as sessões do disco Jake Bugg. A releitura desta vez traz a produção assinada pelo genial Rick Rubin e o vídeo, por sua vez, consegue reunir um clima que flerta com o country e o underground – não à toa a música entrou para a lista de melhores da semana da revista NME.     

Resumo musical

Mosquito sedento por sangue jovem

Pobre menino. Divulgado nesta semana, o vídeo oficial da canção “Mosquito”, do álbum homônimo lançado pela banda Yeah Yeah Yeahs neste ano, mostra imagens de um inseto psicodélico sedento pelo sangue de um indefeso garoto. Já a sonoridade remete aos primeiros trabalhos do grupo da vocalista Karen O. No desfecho do clipe, eis que a vítima tem seu momento de redenção (ou de vingança).

 

QOTSA divulga novo single, com direito a animação sangrenta

Determinado a ser destaque novamente no cenário musical, o Queens of the Stone Age está concentrado no lançamento do álbum …Like Clockwork, previsto para chegar às lojas em 3 de junho. Nesta semana o grupo de Josh Homme divulgou o vídeo do single “I Appear Missing”, o segundo do próximo trabalho da banda – lembrando que o primeiro foi “My God Is The Sun”, tocado ao vivo pela primeira vez no Lollapalooza Brasil. As imagens mostram uma sangrenta animação, que ilustra o clima pesado da letra. Musicalmente, achei a nova faixa mais interessante que o primeiro single, “My God Is The Sun”. Outra novidade sobre o QOTSA, é que o grupo disponibilizou mais duas faixas inéditas nesta semana para audição, no site da NME, são elas: “I Sat By The Ocean” e “If I Had A Tail”, que também irão compor …Like Clockwork. O Josh Homme vem com tudo em 2013!

 

A ponte África-Jamaica do Vampire Weekend

O Vampire Weekend lança no próximo dia 14 o álbum Modern Vampires of the City. Conhecido por elaborar trabalhos experimentais, sem soar ‘cabeça’ demais, o grupo norte-americano parece repetir a boa receita dos últimos discos da banda nesta nova empreitada. Nos últimos dias foi divulgada a inédita (e linda) “Ya Hey”, que faz uma espécie de ponte musical entre sons africanos e o dub-reggae jamaicano – com leve pitada clashiana ao estilo “Straight to Hell”. O vídeo de divulgação vem com a letra da canção, acompanhada por imagens de uma galera estourando champanhe. Cool.

 

Primal Scream: Moderno e ‘brother’ do Robert Plant

É na segunda-feira, 13, que o mundo irá conhecer o próximo trabalho do Primal Scream, More Light. Nesta semana a banda escocesa começou a divulgar, em seu canal do YouTube, algumas faixas do álbum. Uma delas é a “Side A”, dançante com um belo groove. O novo trabalho do Primal Scream terá as participações especiais de Robert Plant e Mark Stewart (Pop Group). Por falar em Plant, o jornalista Lúcio Ribeiro publicou em seu blog, na última quinta-feira (9), a faixa que traz a contribuição do ex-vocalista do Led Zeppelin.

 

Bowie, Oldman e Cotillard, está bom pra você?

O time de estrelas descrito no título deste texto está reunido no vídeo da canção The Next Day, faixa que pertence ao disco homônimo lançado por David Bowie neste ano – e que chacoalhou o cenário musical. O clipe foi dirigido por Floria Sigismundi, que também assinou o vídeo de “Mirrors”, do Justin Timberlake. As imagens provocadoras mostram alguns padres, entre eles o personagem interpretado por Gary Oldman, se divertindo em um inferninho dos bons (hehe). Quem não gostou nada da festa foi o Vaticano.

Resumo musical

Beyoncé e André 3000 tocam Amy Winehouse

A trilha sonora do filme The Great Gatsby vem gerando bons frutos. Com a produção nas mãos do ‘bamba’ Jay Z, o filme terá uma versão para “Back to Black”, canção de Amy Winehouse, gravada pela musa Beyoncé e o versátil André 3000 (clique aqui e ouça na íntegra). O teaser com um trecho da faixa foi divulgado nesta semana no site da revista NME.   

 

O pós-punk do Savages

Quem acompanha o Cultura no Prato sabe que no início do ano destacamos por aqui algumas bandas que seriam eventuais destaques em 2013. Até o momento acertamos. A banda inglesa Savages, que traz referências de bandas como Joy Division e Siouxsie and the Banshees, lança seu álbum de estreia, Silence Yourself, na próxima segunda-feira (6). O grupo se apresentou nesta semana no “6Music”, da BBC Radio, onde apresentou a faixa inédita “No Face”. Repare na forte referência do pós-punk britânico na voz da competente vocalista Jehnny Beth. Essa banda promete!

 

O Liam Gallagher vem aí

O resultado do primeiro álbum do Beady Eye, banda do ex-Oasis Liam Gallagher, Different Gear, Still Speeding, parece não ter agradado muito a crítica e o próprio Liam. O contrário ocorreu com seu irmão Noel, cujo álbum solo de estreia, High Flying Birds, foi elogiado e em diversos lugares chegou a ocupar os primeiros lugares nas paradas de sucesso. Agora, Liam busca uma sonoridade mais ousada em relação ao primeiro trabalho do Beady Eye. Previsto para chegar às lojas em 10 de junho, o álbum intitulado BE será o segundo trabalho da banda de Liam Gallagher e, segundo ele, será diferente da “merda dos anos 90” (haha). A primeira faixa do novo disco se chama “Second Bite of the Apple” e, de fato, soa mais interessante que o conteúdo de Different Gear, Still Speeding.

 

O show surpresa dos Stones

Não se trata de nenhum inferninho da nossa underground Rua Augusta, mas poderia muito bem ser. No último dia 27 de abril, os Rolling Stones escolheram um local chamado The Echoplex, localizado em Los Angeles – similar ao Beco, da Augusta –, para um show surpresa, e também histórico. A atmosfera era semelhante aos primeiros shows dos Stones, no lendário Marquee Club, com direito a participação ilustre de Mick Taylor e com um repertório que reuniu clássicos de gente como Chuck Berry (“Little Queenie”), Otis Redding (“That’s How Strong My Love Is”) e Temptations (“Just My Imagination”) e, claro, dos incríveis Rolling Stones. Já pensou?

 

Enquanto isso, no Jools Holland…

O programa “Later… With Jools Holland”, da BBC, recebeu nesta semana os grupos Vampire Weekend e Yeah Yeah Yeahs, ambos divulgando seus respectivos trabalhos recém-lançados, Modern Vampires of the City e Mosquito. Com a confirmação da edição deste ano do festival Planeta Terra, que já confirmou o Blur, a gente fica na torcida pelas presenças destas duas ótimas bandas.